#FutebolDaTerrinha – Vasco x Sport – Com Lisca estreando, Leão empata sem gols no Maracanã

Na tarde desse Domingo, Vasco e Sport duelaram no Maracanã em partida válida pela 16ª rodada da Série B 2022. O Vasco vinha de derrota para o Novorizontino. O Sport também vinha de uma derrota para o Cruzeiro. O Cruzmaltino querendo manter a vice-liderança da competição. O Leão em busca da vitória fora de casa para não deixar o G4 desgarrar de vez. Era a estreia de Lisca no comando técnico rubro-negro. Ninguém chorou e ninguém riu no Maraca. O resultado final acabou sendo um empate sem gols. As duas equipes voltam aos gramados no sábado. O Vasco vai até o interior de Santa Catarina enfrentar o Criciúma no Heriberto Hulse, às 16:30. Já o Sport vai receber o Londrina na Ilha do Retiro, com bola rolando às 16:00.

O início de jogo mostrou o Vasco no 4-3-3, com os desfalques de Gabriel Dias na lateral-direita, o capitão Anderson Conceição na zaga e Nenê no meio. Leo Matos, Danilo Boza e Palacios foram os respectivos substitutos. Já o Sport, na estreia de Lisca, estava num 4-4-2, com Fabinho e William Oliveira de volantes, Blas Caceres e Giovanni na meia e Juba e Kayke no ataque. O time carioca tinha mais ímpeto ofensivo no começo. A equipe leonina apresentava bastante dificuldade na construção das jogadas. O Sport foi ajustando a marcação e o Vasco já não chegava com tanto perigo. A primeira finalização leonina foi aos 20, com Juba chutando da entrada da grande área em cima do goleiro. Lisca foi obrigado a mexer no time aos 30. Kayke sentiu um problema muscular e deu lugar para Búfalo Parraguez. O Vasco aos poucos tentava retomar o domínio. Aos 40, depois de um escanteio, Danilo Boza cabeceou e a bola acertou a trave esquerda de Mailson. O intervalo então chegava com o placar zerado.

Na volta para o segundo tempo, nem Maurício Souza mexeu no Vasco e nem Lisca modificou o Sport. A equipe carioca tentava pressionar, mas errava muitos passes no ataque. As maiores ameaças vinham nas bolas paradas. O Leão, quando tinha a posse, não conseguia ofender o adversário. Depois de um chute perigoso de Figueiredo, aos 22, a torcida do Vasco cresceu. A primeira mudança vascaína foi realizada aos 22, com Juninho entrando no lugar de Yuri. Com três mudanças de uma vez só, aos 26, Lisca tentou dar um gás novo ao time rubro-negro. Bem defensivamente, o Sport não sofria tanto. Nos últimos minutos, Ray Vanegas criou duas boas jogadas pela esquerda. Faltou definir com qualidade. Com o apito final de Luiz Flávio de Oliveira, veio um empate sem gols no Maracanã. Pontinho fora de casa que pode ajudar o Sport ao longo do campeonato. Assim continua a trajetória leonina em busca do tão sonhado acesso.

Ficha técnica

Campeonato Brasileiro Série B – 16ª rodada

Estádio: Maracanã

Público: 60.661

Renda: R$ 1.996.196,50

Vasco: Thiago Rodrigues; Leo Matos, Quintero, Danilo Boza (Zé Vitor), Edimar; Yuri (Juninho), Andrey Santos, Palacios (Bruno Nazário); Gabriel Pec (Riquelme), Figueiredo, Raniel (Getúlio). Técnico: Maurício Souza

Sport: Mailson; Ewerthon, Thyere, Sabino e Sander; Fabinho, William Oliveira (Thiago Lopes), Blas Caceres (Bruno Matias) e Giovanni (Alan); Juba (Ray Vanegas) e Kayke (Búfalo Parraguez).Técnico: Lisca