#FutebolDaTerrinha Sport perde mais uma e vê o Z4 se aproximar de vez

Na noite de quinta-feira, Corinthians e Sport duelaram em jogo válida pela 31ª rodada da Série A 2020. O Timão, vindo de goleada sofrida para o maior rival, querendo se recuperar em busca do G6. O Leão na velha briga buscando se afastar do Z4. Num jogo que o Corinthians nem precisou fazer tanta força, o resultado final acabou sendo a vitória alvinegra por três tentos a zero. As duas equipes agora vão se preparar para a disputa da 32ª rodada do Brasileirão. O Corinthians vai receber o RB Bragantino, às 20:00 de segunda-feira, na Neo Química Arena. Já o Sport vai fazer o clássico regional contra o Bahia, no Domingo, às 18:15, na Ilha do Retiro.

O início de partida teve o Corinthians pressionando, com mais posse de bola e o Sport apenas se defendendo, sem nenhuma ação ofensiva. A equipe alvinegra até dava um relativo espaço para o contragolpe leonino, mas a inoperância do ataque pernambucano impedia qualquer tipo de ameaça para a meta defendida por Cássio. Eram muitas chances criadas pelo time paulista, que não definia com qualidade. Aos 34, acertaram a finalização. Saiu o gol. Grande passe de Cazares para Gustavo Silva, que tocou na saída de Luan Polli. O Corinthians seguiu dono da partida. O Sport pouco fazia no setor de ataque. Dessa maneira, o intervalo chegava, com a vantagem mínima no placar em favor dos mandantes.

No retorno para a etapa final, Jair mexeu, colocando Bruninho no lugar de Ronaldo, desfazendo o esquema com três volantes. Mancini optou por manter o mesmo time. Logo aos 02, o Corinthians ampliou, com um chute colocado de Mateus Vital. O Timão então deu uma pequena recuada e deixou o Sport mais com a bola. O Leão tentava ameaçar com chutes de fora da área. Patric obrigou Cássio a fazer boa defesa e Thiago Neves arrematou com perigo. A equipe alvinegra voltou a colocar intensidade e retomou o domínio da partida. Aos 34, o golpe de misericórdia, se é que precisava. Jô recebeu na grande área, finalizou, Luan Polli defendeu e, no rebote, o mesmo Jô fez o terceiro gol corinthiano. A partir daí então virou um treinamento de luxo até o apito final de Anderson Daronco. Mais uma derrota na conta rubro-negra. A contagem segue. 32/?. 46 agora parece muito para escapar do rebaixamento. Nessa reta final, tem que ser jogo a jogo. Domingo tem decisão contra o Bahia na Ilha. O Leão precisa reagir.