#FutebolDaTerrinha – Num jogo emocionante, Sport perde nos acréscimos, mas se garante na primeira divisão

Na tarde desse Domingo, Sport e Atlético-MG se enfrentaram em partida válida pela 37ª e penúltima rodada do Brasileirão 2020. Para o Leão, era pontuar e garantir de vez a permanência na Série A. Para o Galo, já sem chances de título, a busca por uma vaga na fase de grupos da próxima Libertadores. Num jogo corrido e animado, com direito a gol nos acréscimos dos acréscimos, o resultado final terminou sendo a vitória atleticana por três tentos a dois. Pelo Brasileirão, as duas equipes voltam aos gramados na próxima quinta-feira, às 21:30, para disputar a última rodada do campeonato nacional. O Atlético-MG vai receber o Palmeiras no Mineirão. O Sport vai até Curitiba encarar o Athletico na Arena da Baixada. O Leão ainda terá um compromisso na quarta-feira, às 19:00, na Arena de Pernambuco, contra o Vera Cruz, pela estreia do estadual 2021.

No início de partida, o Atlético teve mais posse de bola, mas não levava perigo. O Sport, na conhecida forma reativa, buscava contragolpear com velocidade, aproveitando os espaços deixados pela defesa adversária. Aos 07, apareceu ela. A lei do ex. Guilherme Arana chutou forte, Luan Polli deu rebote e Jair apenas completou para abrir o placar na Ilha. Depois de sofrer o gol, a equipe leonina tentou atacar. Faltava qualidade na hora de definir. O time mineiro abusava da rapidez na transição e chegava com facilidade no setor ofensivo, exigindo boas participações do goleiro rubro-negro. Aos 33, veio o empate. Uma boa jogada trabalhada pelo meio, chegou em Junior Tavares, que deu um belo cruzamento, Dalberto entrou chapando, de primeira, sem chances para Everson. O jogo então ficou corrido e animado. As duas equipes criavam e perdiam chances. Com as defesas prevalecendo sobre os ataques, o intervalo chegava com o empate de um tento a um no marcador.

A volta para a etapa final teve uma mudança no time leonino. Com os dois volantes pendurados, Jair optou por tirar Ronaldo, que tinha feito um bom primeiro tempo, para colocar Márcio Araújo. Sampaoli não mexeu no Atlético-MG. O Galo Mineiro pressionava. Aos 04, saiu o segundo gol. Guilherme Arana chutou e Rafael Thyere desviou, tirando completamente Luan Polli do lance. O time rubro-negro sentiu e demorou a reagir dentro da partida. Não conseguia trocar três passes. O Atlético dominava o jogo. O Leão teve uma pequena melhora com a entrada de Ewerthon no lugar de Chico, mas deixava espaços para o contragolpe atleticano, que era muito perigoso. Aos 38, Patric levou uma mãozada na cara. O VAR analisou o lance e marcou pênalti. Sampaoli reclamou e foi expulso. Aos 41, Thiago Neves cobrou a penalidade com força, descolocando Everson e empatando novamente a partida. O árbitro deu nove minutos de acréscimo. O Atlético pressionava. Sport se defendia como podia. Aos 52, Marrony fez boa jogada pela esquerda e acertou um belo chute, no canto direito de Luan Polli, desempatando outra vez. Depois do gol, aconteceu uma grande confusão, com membros das comissões técnicas. O jogo reiniciou, mas o Sport se perdeu e não reagiu. Mas, em São Paulo, o Vasco empatou sem gols com o Corinthians. Resultado que garantiu matematicamente o Leão na primeira divisão. 42. A luta pela permanência acabou. Agora é buscar uma vaga na Sula.