#FutebolDaTerrinha – Leão toma virada do Carcará no Sertão e permanece fora do G6

Na quarta-feira de cinzas, um verdadeiro teste pra quem gosta de futebol. No Cornélio de Barros, Salgueiro e Sport se enfrentaram em jogo válido pela sexta rodada do estadual 2020. A partida foi bem pobre tecnicamente, chegou a dar sono durante boa parte. No fim, mais um jogo sem vencer do Leão. O oitavo na sequência. O placar terminou com dois tentos a um em favor do Carcará. As duas equipes já voltam aos campos no próximo sábado, para disputar a sétima rodada do pernambucano. O Sport vai receber o Afogados, às 16:00, na Ilha do Retiro. O Salgueiro encara o Decisão, no Cornélio de Barros, às 20:00.

A partida iniciou de forma muito truncada. As duas equipes não conseguiam dar sequência nas jogadas ofensivas. O jogo se resumia nas divididas nas intermediárias. O Salgueiro exercia forte marcação e criava certa dificuldade para a saída de bola do Sport. O Carcará, aliás, era quem buscava ser mais incisivo no ataque. Pelo menos criava alguns lances de bola parada. O Leão, nem isso. A equipe rubro-negra tinha uma atuação muito pobre. Quando chegava próximo do campo ofensivo, a equipe rubro-negra rodava demais a bola e não ofendia a meta salgueirense. De repente, o jogo ficou animado na reta final do primeiro tempo. Aos 35, o Salgueiro perdeu boa chance. Luan Polli fez grande defesa. Aos 37, o Sport abriu o placar. Tabelinha na esquerda entre Mugni e Hernane, que o Brocador terminou achando Barcia na direita. O uruguaio acertou belo chute, a bola ainda acertou a trave antes de entrar. Aos 42, foi marcado pênalti pro Salgueiro. Sander botou a mão na bola. Muller Fernandes descolocou Luan e empatava o jogo. O Sport ainda teve uma oportunidade para fazer o segundo gol, mas se perdeu na hora da definição. Dessa forma, com correria no final da etapa inicial, a partida foi empatada para o descanso.

Na volta do intervalo, o Sport tentava ser mais presente no ataque. Mugni passou a ser mais participativo na partida. Esse bom momento do Sport durou 15 minutos. O Salgueiro já não tinha mais aquela tranquilidade para ofender o adversário. A partida, que já era fraca, caiu muito de nível. Nem o Carcará nem o Leão conseguiam fazer nada de mais perigoso. Aos 33, finalmente, um lance para animar a torcida. E foi o logo o segundo gol do Salgueiro. Bola lançada na ponta direita, Tarcísio cruzou, Renato cabeceou, a bola explodiu no travessão. No rebote, Sinho chutou errado e o próprio Renato desviou para o fundo da rede. Depois de sofrer o segundo gol, o Sport não pressionava. Não tinha força ofensiva para tal. O Salgueiro apenas administrou o resultado positivo até o apito final. Primeira derrota de Daniel Paulista no retorno ao comando técnico rubro-negro. O Leão segue fora da zona de classificação do estadual. A luz, de amarela, começa a piscar para o lado vermelho na Ilha.