#FutebolDaTerrinha – Leão segura ataque do RB Bragantino e conquista ponto importante na Ilha

O final do campeonato se aproxima. Um clima de decisão pairava sobre a Ilha do Retiro. Em mais um Monday Night Football, o velho futebol da noite de segunda-feira, Sport e RB Bragantino se enfrentaram em jogo válido pela 36ª rodada do Brasileirão 2020. O Leão jogando por uma vitória simples para finalmente escapar do rebaixamento. O Massa Bruta ainda sonhando com vaga na chamada pré-Libertadores. Numa partida que foi praticamente ataque contra defesa, o Sport resistiu bravamente. O empate sem gols deu ao Leão um ponto importante na luta para não cair. As duas equipes voltam aos gramados no final de semana, mais precisamente no Domingo. O Sport vai receber o Atlético-MG, às 16:00, na Ilha do Retiro. Já o RB Bragantino vai até Goiânia encarar o Goiás, às 20:00, na Serrinha.

No começo do jogo, o RB Bragantino encurralou o adversário e tinha muita posse de bola. O Sport não conseguia passar do meio-campo. A equipe paulista trocava passes em busca de furar o sistema defensivo leonino. O time pernambucano tinha muita dificuldade para acertar o contragolpe. Ewerthon, que era a válvula de escape, sentiu uma contusão e foi substituído por Raul Prata. O Massa Bruta criava muitas chances, mas a finalização era defeituosa. Nos últimos 15 minutos, foi uma pressão absurda do RB Bragantino. O Sport se defendia como podia. A sorte pernambucana era que o ataque paulista não estava numa boa jornada. Dessa forma, o intervalo chegava, com o empate sem gols.

Na volta para o segundo tempo, ninguém mexeu. Nem Emilio Faro, auxiliar de Jair (que estava suspenso), nem Barbieri. O panorama da etapa inicial se repetia. RB Bragantino trocando passes, rodando a área, mas finalizando mal. O Sport buscando ser reativo, pegar o adversário nos contragolpes. A pressão do time paulista era absurda. A equipe pernambucana não tinha sequer a chamada segunda bola. Todos os rebotes eram do adversário. Era ataque contra defesa. A defensiva leonina afastava o perigo de tudo que era jeito. No apito final de Leandro Pedro Vuaden, veio o ponto que pode sacramentar a permanência rubro-negra na Série A. 42/?. A luta segue e está bem próxima do final feliz.