F1 2022 – GP do Canadá – Verstappen segura Sainz no fim e vence em Montreal

Na tarde desse Domingo, tivemos a disputa da nona etapa da temporada 2022 de Fórmula 1. O Circuito Gilles Villeneuve, localizado em Montreal, foi o palco de mais uma edição do GP do Canadá.  Depois de dois anos, aconteceu essa tão tradicional prova do circuito. Quem acabou vencendo a corrida desse ano foi Max Verstappen da RBR. Carlos Sainz da Ferrari chegou na segunda colocação e Lewis Hamilton, da Mercedes completou o pódio na terceira posição.

Na largada, o pole position Max Verstappen, da RBR, fez uma excelente saída e permaneceu em primeiro. Alonso segurou Sainz e ficou em segundo. Leclerc, que largou em penúltimo, terminava a primeira volta de 70 previstas na 17ª colocação.  No final da terceira volta, Carlos Sainz ultrapassou Alonso e conquistava a segunda posição. O espanhol da Ferrari tentava se aproximar de Verstappen. Na volta 9, a RBR de Sergio Perez apagou e o mexicano abandonou a prova. O Virtual Safety Car foi acionado. O líder da prova foi para os boxes fazer sua primeira troca de pneus. Sainz e Alonso permaneceram na pista. A bandeira verde foi dada na volta 11. O holandês atual campeão mundial passou Alonso na volta 15 e assumia a segunda colocação. Enquanto isso, Leclerc, na sua corrida de recuperação, disputava com Bottas a 11ª posição.

Na volta 20, foi a vez da Haas de Mick Schumacher dar pane. Outra vez o VSC foi acionado. Sainz foi trocar pneus com uma certa demora. Verstappen assim assumia novamente a liderança e Alonso voltava pra segundo. Porém, na volta 23, Sainz recuperava o segundo posto. Na volta seguinte, foi a vez do heptacampeão Lewis Hamilton ultrapassar Alonso e conquistar o terceiro lugar. O monegasco da Ferrari continuava com sua prova de recuperação e, na volta 30, já estava na sexta colocação. A diferença de Verstappen para Sainz era de sete segundos na volta 40. Leclerc ficou preso atrás de Ocon na briga pela quinta posição e foi trocar seus pneus apenas na volta 42.  Pra variar, a Ferrari se atrapalhou na parada de Leclerc e complicou de vez a prova do monegasco. Na volta 44, Verstappen fez sua segunda parada nos boxes. Sainz era líder novamente. Tsunoda errou na saída dos boxes, bateu na barreira de pneus e provocou a entrada do Safety Car. Sainz aproveitou para trocar seus pneus, retornando em segundo, mas, a estratégia era pressionar Verstappen, já que tinha os compostos mais novos que o holandês. A relargada aconteceu na volta 55. A RBR deu o pé na hora certa e conseguiu ter vantagem para a Ferrari. O holandês controlou e segurou Sainz até o fim. E Max Verstappen foi o primeiro a ver a bandeira quadriculada no Canadá, abrindo mais vantagem na liderança do campeonato.

A temporada continua em duas semanas. O Circo da Fórmula 1 retorna ao continente europeu. No primeiro Domingo de Julho o tradicional circuito de Silverstone receberá o GP da Grã-Bretanha.  A casa do heptacampeão Lewis Hamilton pode marcar o ressurgimento da Mercedes no ano? A Ferrari vai reagir na briga com a RBR?  Vamos aguardar por essas respostas e torcer por uma prova emocionante na Inglaterra. Até lá!